Conselho

Conselho de Acionistas e demais Comitês

Jorge Carey (Presidente)

Jorge Carey Tagle é director da Masisa desde 2002, e seu presidente desde março de 2009.

É também presidente Executivo do escritório jurídico Carey y Cía., e diretor de várias empresas chilenas, incluindo a Cimento Melón, a Mineradora Quebrada Blanca e a Enaex. Também preside a Moneda Chile Fund Ltd.

Tagle dirige ainda o Centro de Estudos Internacionais da Pontifícia Universidade Católica do Chile, o instituto Libertad e a Corporação do Patrimônio Cultural do Chile. Também atua como vice-presidente do Centro de Direito Interamericano e Internacional, em Dalas, Texas, EUA.

Foi, por cinco anos, professor de Direito Financeiro na Pontifícia Universidade Católica do Chile, e presidiu a Telecom Celular (hoje Entel PCS), a EssBio, a Editorial Lord Cochrane, a Danone Chile, a Neumáticos de Chile, e as Câmaras Chileno-Britânica e Chileno-Canadense de Comércio. Também atuou como diretor da Celulose Arauco, da Câmara de Comércio Chile-Estados Unidos, da Endeavor Chile, da CCU, da ING, do Conselho Nacional de Televisão, e do Lar de Cristo, entre outras entidades.

Jorge Carey é chileno, advogado graduado pela Pontifícia Universidade Católica do Chile e Mestre em Direito pela New York University, N.Y., EUA.

Rosangela Mac Cord de Faria (Vice Presidente)

Rosangela é brasileira, formada pelo Programa Executivo de Boards & Audit Committee de Harvard, Boston, EUA; possui MBA pela Fundação Getúlio Vargas, no Brasil, e é graduada em Contabilidade e Finanças. Na Masisa, foi nomeada diretora em abril de 2009, e presidente do Comitê de Risco e Auditoria em janeiro de 2010.

Na holding GrupoNueva, atuou como Chief Risk Officer por cinco anos, de 2003 a 2008 na Costa Rica e no Chile, desenvolvendo e liderando a implementação da Estratégia de Governança Corporativa e a Gestão de Riscos nas empresas do Grupo, Amanco e Masisa.

Trabalhou durante 22 anos na empresa petrolífera norte-americana ExxonMobil, até 2003, em funções de direção, com experiências e responsabilidades locais e regionais, em áreas como Shared Services da América Latina, Auditoria Regional, Controladoria, Relatórios Financeiros e Projetos Estratégicos, e em diferentes segmentos de negócios, como Químicos, Lubrificantes, Distribuição e Administração Corporativa Regional.

Atualmente, exerce também atividades de consultoria nas áreas de Governança Corporativa e Auditoria, e é sócia LMDM – Consultoria Empresarial.

Gerardo Larraín Kimber (Diretor)

Gerardo Larraín é diretor da Masisa desde abril de 2013.

Gerardo é chileno e formado em Direito e Ciências Econômicas pela Central Universidade Complutense, Madrid. Espanha.

Sr. Larrain, há mais de 30 anos está focado no  mercado de construção e é sócio-fundador da PyG Larrain, aimobiliária mais desenvolvida e a corretora de propriedades de maior prestígio do Chile.

Salvador Correa Reymond (Diretor)

Salvador Correa Reymond assumiu o cargo de diretor da Masisa em abril de 2009, como representante dos fundos de pensão AFP. Como diretor independente, atua como presidente do comitê de Diretores da Masisa. Engenheiro civil industrial graduado pela Universidade do Chile, é também Mestre em Science in Management pela Universidade de Stanford, na Califórnia, EUA.

Salvador Correa teve uma longa trajetória na indústria florestal do Chile e da Nova Zelândia. Em 1976 começou a trabalhar na Arauco, onde ocupou diversos cargos até chegar a diretor de Operações Florestais e Desenvolvimento. Teve, junto a outros executivos, uma importante participação no desenvolvimento florestal e industrial de Arauco na década de 80. Atuou como vice-presidente da Corporação Chilena da Madeira (Corma), entre 1980 e 1984.

Entre 1989 e 1993, mudou-se para a Nova Zelândia, onde trabalhou para o grupo florestal neozelandês Carter Holt Harvey, ocupando diversos cargos nas áreas florestal e industrial. Foi membro do comitê executivo do grupo.

Entre 1994 e o ano 2000, foi diretor executivo das Empresas Santa Carolina, hoje, Watts Alimentos, que incluía a Vinícola Santa Carolina, a Loncoleche e a Watts. Foi diretor também da Tricolor, empresa pertencente ao grupo controlador da Watts Alimentos.

A partir do ano 2000, dedicou-se a suas atividades empresariais, incluindo o desenvolvimento de plantações de florestas, a elaboração e a exportação de vinhos engarrafados e o desenvolvimento de centrais hidrelétricas.

Enrique Cibié Bluth (Diretor)

Enrique Cibié Bluth é diretor da Masisa desde abril de 2009. Anteriormente, desde maio de 2005, foi também CEO da Masisa, tendo sido responsável pela unificação da cultura organizacional da empresa resultante da fusão da Masisa e da Terranova.

Desde 1982, Enrique foi CEO também de outras importantes empresas chilenas, como a Vinícola Santa Rita, a Pepsicola Interamericana, a engarrafadora Chile, as engarrafadoras Williamson Balfour AS e Embonor, e as Farmácias Ahumada SA.

Também foi diretor das Farmácias Ahumada SA – ocupando também o cardo de presidente do Conselho de Acionistas --, e presidente da Associação de Exportadores de Vinhos do Chile AG.

Atualmente, ocupa cargos nas diretorias de empresas como Terramater, Johnsons, The Grange School, Lumni, Acción Emprendedora e na Federação chilena de Golf.

Enrique Cibié é graduado em Engenharia Comercial pela Pontifícia Universidade Católica do Chile e tem MBA pela Universidade de Stanford, EUA.

Enrique Seguel Morel (Diretor)

Enrique Seguel Morel atua junto à Masisa desde 2003. Primeiro, como diretor da Terranova, e depois, até a presente data, como diretor da empresa resultante da fusão entre a Terranova e a Masisa.

Enrique Seguel teve uma passagem pelo setor público chileno entre 1979 e 1996, tendo atuado como ministro da Fazenda, presidente do Banco Central do Chile, conselheiro do Banco Central do Chile e subsecretário da Fazenda. No desempenho destas funções lhe coube, ainda, representar o governo do Chile junto ao Fundo Monetário Internacional e o Banco Mundial e, no âmbito nacional, atuar como conselheiro da Corporação de Fomento da Produção (CORFO) e diretor da CODELCO.

No setor privado, foi diretor de diversas empresas de diferentes setores da economia nacional, representando em algumas os interesses das Administradoras de Fundos de Pensões, entre as quais estão a Entel S.A., a Construtora Delta S.A., a empresa salmoneira Invertec Pesquera Mar de Chiloé, e a Rhein (Chile S.A.), entre outras.

Enrique Seguel Morel teve uma carreira de sucesso também no exército do Chile, alcançando o posto de General enquanto cursava a graduação em Engenharia Comercial pela Pontifícia Universidade Católica do Chile, para, posteriormente, obter o grau de Mestre em Administração de Empresas (MBA) pela ESADE, em Barcelona, Espanha.

Héctor Vargas Icaza (Diretor)

Contador Público, especialista em Economia e professor de Finanças na Universidade Nacional Autônoma do México.

Sua trajetória profissional iniciou em 1967 na Amanco México como Contador; Em 2007 assumiu o posto de Presidente de Conselho de Administração. Também foi Presidente do Conselho Diretivo de Fundes México, membro do Diretório de Fundes Internacional por dez anos e Presidente do Diretório Florestal Terranova México.

Hoje é conselheiro independente em várias empresas nacionais e internacionais, aonde segue aplicando as melhores práticas no Governo Corporativa

 

Diretoria

A Diretoria atual foi eleita em 25 de abril de 2012 por um período de 3 anos. É o órgão de mais alto nível que administra a Empresa e representa os interesses de todos os acionistas, independente de quem tenha eleito seus membros.

A Diretoria é um corpo colegiado integrado por 7 membros eleitos pela Assembleia Ordinária de Acionistas, dos quais 6 Diretores, incluindo o Presidente e a Vice-presidente, foram eleitos com votos do acionista controlador GrupoNueva, enquanto que o sétimo Diretor (Sr. Salvador Correa Reymond) foi eleito com os votos dos acionistas minoritários, formados principalmente pelas Administradoras de Fondos de Pensiones Chilenas. Esse último possui, ainda, o caráter de diretor independente, conforme o disposto pela lei Nº 18.046 de sociedades anônimas em vigor.

A função fundamental do Diretor é de aprovar e monitorar o cumprimento da estratégia da Empresa. Nenhum membro da Diretoria desempenha cargos na administração operacional da Empresa ou no Grupo controlador.

O Gerente geral corporativo da MASISA é nomeado pela Diretoria.

 

Processo de autoavaliação da Diretoria

O processo de autoavaliação do desempenho da Diretoria, como órgão diretor da Empresa, é realizado anualmente. A autoavaliação é respaldada por processos formais, com alcances e métodos de qualificação baseados em padrões internacionais. O Presidente da Diretoria é o responsável pela condução do processo de autoavaliação.

Processo de indução

Os Diretores contam com um processo de indução, coordenado pela área de Capital Humano, que tem por objetivo interiorizar os novos membros da mesa diretora em matérias como: estratégia, visão e valores, políticas, processos, obrigações legais e operações da Empresa. O processo de indução considera:

Entrevistas com o Presidente da Diretoria e com os Comitês assessores, Gerente geral corporativo e principais executivos da empresa.

Sessão de trabalho para revisar o funcionamento da Diretoria e Comitês, além da revisão das obrigações legais concernentes como Diretores ou integrantes de alguns dos Comitês da Diretoria.

Entrega de um conjunto de informações que contenha pelo menos: Código de Governança corporativa, Manual de Gestão de Informações de interesse, Política de delegação de autoridade (PDA), Memória do último exercício, Principais políticas da empresa.

Assinatura de seu compromisso, adesão e cumprimento dos Princípios empresariais da MASISA.

Comitês da Diretoria

A Diretoria conta com uma estrutura de Comitês cujo principal objetivo é garantir a aplicação das práticas de governabilidade e transparência em benefício de todos os públicos interessados.

Comitê de Diretores

Criado em abril de 2001, revisa os balanços financeiros e os informes de auditores externos; propõe à Diretoria os auditores externos e classificadores de risco para sua escolha na Assembleia Ordinária Anual de Acionistas; avalia as transações com as partes relacionadas e as transações em que um Diretor, Gerente ou Executivo principal da Empresa possa ter interesse; examina os sistemas de remuneração e compensação do Gerente geral corporativo, principais executivos e trabalhadores da MASISA.

Comitê de risco e auditoria

Criado em junho de 2005, o Comitê de risco e auditoria tem como finalidade principal auxiliar a Diretoria nas estratégias adotadas para a gestão dos riscos chave inerentes ao negócio e ao contínuo monitoramento do ambiente de controle interno de suas operações. Sob sua administração e orientação direta encontra-se a Gerência de auditoria interna da MASISA e o Canal de reclamações.

Comitê de Revelações

Integrado por executivos da MASISA, esse comitê é responsável por apoiar a Diretoria e a Gerência geral a respeito da confiabilidade da informação que a Empresa entrega ao mercado e a seus públicos interessados.

Delegação de autoridade

O nível de autoridade exercido pela Administração é aquele delegado formalmente pela Diretoria por meio da Política de delegação de autoridade.

Logo Pie Masisa
  • Curitiba
    Avenida João Gualberto Nº 1259, 23º andar
    Bairro Alto da Glória, Curitiba, Paraná
    CEP: 80030-001

  • Ponta Grossa
    Rodovia BR 376, N° 1690
    Servidão A Ponta Grossa, Paraná
    CEP: 84045-610

  • Montenegro
    Rodovia BR 386, Km 418, Via Oeste 2
    Pólo Industrial Montenegro, Rio Grande do Sul
    CEP: 95780-000